Por que meu site não aparece no Google?

Ilustração das pesquisas do Google | Por que meu site não aparece no Google?

Entenda quais são os fatores que influenciam no ranqueamento do Google e o que fazer quando seu site não aparece nos principais resultados de pesquisas

Se você tem uma marca ou empresa, provavelmente sabe que estar presente na internet hoje em dia é fundamental e, por isso, investiu na criação de um site. Afinal, ter um site é ter um espaço exclusivo e personalizado para o seu negócio; e a forma mais fácil de ser encontrado por possíveis clientes online e aumentar seu número de vendas.

Mas o que fazer quando o seu site não aparece no Google e nos principais buscadores, e, consequentemente, não aparece para o seu público? Neste post, vamos mostrar as principais razões que podem estar causando esse problema e como resolvê-lo.

1. Indexação

O primeiro passo para verificar por que seu site não aparece nos resultados é descobrir se ele está indexado no Google. A indexação é o processo pelo qual o Google identifica e adiciona sites ao seu próprio banco de dados. Ou seja: se o seu endereço não estiver indexado, não vai aparecer nos resultados das pesquisas.

Para conferir se você já está no acervo do Google, é só digitar site:seusite.com.br, inserindo sua URL, sem espaços. Dessa forma, os resultados vão exibir todas as páginas do seu site indexadas no buscador:

Por que meu site não aparece no Google?

Nenhum resultado

Se a busca não exibir resultados e o seu site for novo, o mais provável é que o Google ainda não o conheça. Assim sendo, você precisa enviá-lo ao banco de dados do buscador. Uma maneira fácil de fazer isso é por meio do Google Search Console.

Primeiramente, basta seguir os passos para verificar que o site é mesmo seu. Depois de acessar a ferramenta, clique em Rastreamento > Buscar como o Google. Aqui você poderá incluir as páginas do seu site e solicitar a indexação delas.

Outra maneira de fazer com que o Google encontre o seu site é linká-lo em algum outro endereço que já esteja indexado. Você pode pedir para algum colega publicar o link em algum post do próprio site, por exemplo.

Isso funciona porque o Googlebot (robô que faz esse trabalho de indexação) analisa os links das páginas já arquivadas em busca de novos endereços para adicionar ao banco de dados. Compartilhar seu site em redes sociais também ajuda, já que o Googlebot monitora essas mídias da mesma forma.

Se você aparece nesses resultados, mas não na busca orgânica, o problema pode ser o ranqueamento do seu site.

2. Ranqueamento

Você confirmou que seu site está indexado, mas mal posicionado nos resultados de pesquisa. Esse problema é um pouquinho mais difícil de resolver porque tem a ver com a qualidade da experiência do usuário ao acessá-lo e dos conteúdos que você oferece.

Nesse sentido, para fazer com que o seu site avance no ranking do Google, é preciso investir em estratégias de SEO – otimização para mecanismos de busca. Isso engloba várias ações complexas, como otimização do site e produção de conteúdo.

Ter um site otimizado é ter um bom layout; uma navegação intuitiva em que o usuário consiga utilizar os recursos e se encontrar nas páginas sem dificuldade; carregamento rápido; e design responsivo, ou seja, ter uma boa visualização em qualquer dispositivo.

Já a produção de conteúdo significa oferecer posts, textos, dicas, vídeos, tutoriais, e-books e qualquer tipo de material que seja relevante para o seu público.

A lógica dessa estratégia é simples: todas as pessoas que acessam o Google estão procurando informação sobre algum assunto. Quando assunto tem a ver com a sua empresa, você pode produzir conteúdo de qualidade que responda às dúvidas mais buscadas. Dessa forma, o Google vai te indicar como o melhor resultado para ajudar essas pessoas.

Por isso, é fundamental saber o que o seu público está buscando e descobrir como você pode fazer parte dos interesses dele. O que seus clientes estão querendo? Quais são as perguntas deles? Como você pode respondê-las? Esse é o ponto de partida de uma boa estratégia de SEO.

Aqui na Superbiz, a gente já entrega o seu site prontinho com estrutura otimizada para os mecanismos de busca. Quanto à produção de conteúdo, se você não tiver tempo para fazer isso sozinho, vale investir em alguma das agências especializadas disponíveis no mercado.

3. Bloqueio

Existem recursos que permitem aos desenvolvedores impedirem a indexação e o rastreamento de algumas páginas e conteúdos do site. Geralmente, isso serve para evitar exibir em pesquisas materiais que você subiu para o seu site, mas não devem ser visualizados pelo público. Por exemplo; ou áreas restritas que somente algumas pessoas poderão acessar.

Esse bloqueio é feito por meio do robots.txt. É um arquivo presente em todo site que contém as páginas que não devem ser registradas pelo Google. Se ocorrer algum erro na hora de criar esse arquivo, ele pode incluir páginas que deveriam aparecer nas pesquisas.

Para resolver esse problema, você precisa contatar o desenvolvedor do seu site. É ele quem pode fazer essa correção no arquivo robots.txt.

4. Punição

O Google tem uma série de diretrizes de qualidade para quem possui um site. Elas vão desde o desenvolvimento até o conteúdo. No geral, as recomendações são simples: não enganar os usuários nem usar meios suspeitos para ranquear o seu site nas pesquisas.

Isso envolve publicar conteúdo gerado automaticamente ou copiado de outras fontes; ter pouco conteúdo original; páginas com comportamento malicioso, como vírus e malwares; e várias outras técnicas não aprovadas. Você pode conferir todas as dicas no Google Search Console.

É possível que o Google aplique uma punição ao seu site se desrespeitar essas diretrizes, mesmo que você tenha feito isso sem querer. Dentro do próprio Search Console, existe a possibilidade de verificar se existem certos problemas em relação a isso e corrigi-los.

Enfim, o melhor mesmo é evitar qualquer atividade que pareça duvidosa ou arriscada. Alcançar um bom posicionamento nos mecanismos de pesquisa não é fácil, mas com o trabalho e investimento certos, todo o esforço vale a pena e com certeza o site trará ótimos resultados para a sua empresa.

Deixe uma resposta